• Instituto de Terras, Cartografia e Geologia do Paraná - ITCG

ITCG

08/02/2018

ITCG entrega Mapeamento de Áreas de Risco de Chopinzinho

O Instituto de Terras, Cartografia e Geologia do Paraná-ITCG entregou nesta quarta-feira (07.02), em evento no Anfiteatroo David Rogus Schimitzi, o Mapeamento de Áreas de Risco do município de Chopinzinho, no Centro Sul do Paraná. Trata-se de um trabalho relevante para a segurança da população e apoio e subsídio a órgãos que atuam na área de planejamento urbano como Prefeituras, Defesa Civil, Meio Ambiente, Ministério Público, além de infraestrutura como Copel e Sanepar.

O mapeamento, que conta com um Relatório e sete Mapas Temáticos, foi realizado pela Diretoria de Geologia do ITCG, tem caráter orientativo e apresenta as características do meio físico para fins de planejamento urbano. O documento trás informações sobre as áreas de risco para ocupação humana dando ênfase aos locais suscetíveis a escorregamentos de encostas, inundações e movimentos gravitacionais de massas (MGM’S).

“Em 2014, nosso município teve problemas de alagamentos e inundações que causaram grandes prejuízos e desastres para as famílias, gerando uma preocupação para que pudéssemos achar mecanismos técnicos para evitar que isso acontecesse novamente”, explicou o Prefeito de Chopinzinho, Álvaro Denis Scolaro.

Prevenção - Segundo o diretor de Geologia do ITCG, Fábio Ortigara, entre os principais motivos para deslizamentos de terras está a expansão urbana desordenada que faz com que se construa nas encostas, onde há grande risco destas ocorrências. “O mapeamento dará um suporte aos municípios, otimizando o processo de ocupação dos espaços urbanos e evitando a ocupação das áreas de risco” disse Ortigara.

No Paraná outros 54 municípios, incluindo a Região Metropolitana de Curitiba (RMC), já possuem o Relatório de Caracterização do Meio Físico para Fins de Planejamento Urbano com Indicação das Áreas de Risco Geológico na Área Urbana. Cruz Machado, no Centro Sul paranaense, foi um dos mais recentes a receber esse Relatório, em dezembro último.

Ocupações - O mapeamento consiste na caracterização dos aspectos geológicos, geomorfológicos, hidrológicos e do solo das áreas urbanas, com a indicação de locais adequados ou impróprios à ocupação. Além disso, o trabalho também otimiza a ocupação dos espaços urbanos e recursos financeiros, minimizando riscos.

Ortigara explica que foram priorizadas para o mapeamento as Regiões Sudoeste,  Centro Sul do Paraná, além da RMC, tendo em vista a grande quantidade de escorregamentos de encostas ocorridas em 2013/14, ocasionados pelas fortes chuvas no período que provocaram consistentes perdas materiais e humanas.

O Relatório também é disponibilizado no site do ITCG www.itcg.pr.gov.br , no link Serviço Geológico do Paraná.

“Esperamos que o projeto seja utilizado e que essas áreas de risco tenham a atenção que devem ter, evitando assim que a população sofra com esses eventos que prejudicam o aspecto material de suas construções e imóveis e também buscando a proteção da vida dos cidadãos do município”, disse o Presidente do ITCG, Amilcar Cabral.

 

 

Estiveram presentes no evento o Coordenador da Casa Civil, Eduardo Paim,  Coordenador Executivo de Proteção e Defesa Civil, Major Antônio Hiller, o Coordenador Regional da Defesa Civil - 11° CORPDEC, Capitão Alecsander Dornellas, o Promotor Público de Chopinzinho, Ramires Hoffmann Lollie e o Geólogo do ITCG e responsável pelo relatório, Gil Francisco Piekarz.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.