• Instituto de Terras, Cartografia e Geologia do Paraná - ITCG

ITCG

05/04/2018

Residentes técnicos aprovados em seleção são recepcionados pelo sistema SEMA

Nesta quinta-feira, ( 05.04), o Sistema SEMA – Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, recepcionou os residentes aprovados no Processo de Seleção do Programa de Residência Técnica Engenharia e Gestão Ambiental, realizado pela UEPG-Universidade Estadual de Ponta Grossa, no dia 25 de fevereiro último e promovido pelo Governo do Paraná. A capacitação abrange 120 profissionais e objetiva aprimorar o serviço prestado pelo Governo do Estado na área ambiental.


O secretário Estadual do Meio Ambiente, Antonio Carlos Bonetti e os demais dirigentes dos órgãos vinculados ao Sistema SEMA - Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Instituto de Terras, Cartografia e Geologia do Paraná (ITCG) e Instituto das Águas do Paraná, onde os residentes irão atuar, deram as boas vindas a todos, fazendo breve explanação sobre as atribuições de cada instituição, sendo unânimes em destacar a importância do Programa, do trabalho que os novos profissionais irão desenvolver e a contribuição que será prestada na gestão ambiental.


O diretor presidente do ITCG, Amilcar Cabral, disse ser muito gratificante receber os residentes esperando que auxiliem nas definições das diferentes políticas públicas e ações que são de atribuição do Instituto. “Estamos aguardando todos há muito tempo e incentivamos sempre esse Programa de Residência. Esperamos que realmente incorporem os conhecimentos a serem  repassados e que possa ser uma experiência gratificante para todos conhecer a estrutura do Sistema Sema, auxiliando na formação profissional de cada um”, ressaltou Cabral.


REFERÊNCIA - Coordenado pela Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior-SETI, o Programa de Residência é uma iniciativa inédita no Brasil, assim como os demais Programas de Residência Técnica já ofertados pelo governo estadual e que são referência para outros Estados.


O Programa inclui o curso de especialização em Engenharia e Gestão Ambiental (ensino a distância, coordenado pela UEPG) e residência técnica nas instituições vinculadas ao Sistema SEMA.


Por ocasião da publicação do edital para a Residência, em dezembro/17, o secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes, esclareceu que “o modelo de residência técnica proporciona grandes resultados para a formação de profissionais para atuar no setor público”. Gomes acrescentou que eles “fazem um curso de especialização e realizam 3 mil horas de atividades como residentes técnicos”.  Afirmou, ainda, que “já tivemos experiência na engenharia, arquitetura, na área social e agora no setor ambiental, sendo uma política importante do Governo do Estado”.


VAGAS - Ao todo, foram ofertadas 120 vagas, das quais 100 residentes técnicos que atuarão em diversos setores e departamentos do IAP, ITCG e Águas do Paraná. As vagas são para pessoas formadas há no máximo três anos, nos cursos de  Engenharia Ambiental ou Gestão Ambiental, Engenharia Florestal, Engenharia Agrônoma ou Engenharia Agrícola, Engenharia Química ou Química, Engenharia Cartográfica, Engenharia Civil ou Arquitetura, Geografia, Geologia, Biologia e Direito.


Os residentes receberão, além do curso, uma bolsa-auxílio mensal de R$ 1,9 mil para atuar durante dois anos nas atividades desenvolvidas pelas instituições no interior e capital do Estado. São 70 vagas no IAP, dez no Instituto Águas Paraná, dez no ITCG e as outras dez nas Universidades Estaduais do Paraná (bolsistas). No ITCG irão atuar três geólogos, três cartógrafos, dois geógrafos e dois advogados.


As demais 20 vagas são para profissionais do setor público estadual (sem bolsa). “Vamos melhorar o quadro das instituições vinculadas à Secretaria do Meio Ambiente e formar jovens profissionais como gestores ambientais, capacitados para atuarem em órgãos públicos”, acrescentou o secretário Antonio Carlos Bonetti.


Estiveram presentes, além do Secretário do Meio Ambiente e do Diretor do ITCG, os diretores geral da SEMA, Paulino Heitor Mexia; da SETI, Décio Sperandio; do IAP, Luiz Tarcísio Mossato Pinto;  do Águas Paraná, Everton Souza; além do reitor da UEPG, Carlos Luciano Vargas, e do ex-prefeito de Maringá, ex-secretário Estadual do Planejamento e engenheiro civil especializado em engenharia sanitária e ambiental, Silvio Barros, bem como diretores e coordenadores das instituições envolvidas.

 


 

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.