• Instituto de Terras, Cartografia e Geologia do Paraná - ITCG
Instituto de Terras, Cartografia e Geologia do Paraná

ITCG

15/04/2019

Plano de Desenvolvimento Sustentável do Litoral Paranaense é apresentado ao COLIT

O objetivo do estudo é conciliar a ocupação do litoral com a conservação e o uso sustentável, de acordo com vocações e as necessidades das comunidades locais.

 

 

O Conselho de Desenvolvimento Territorial do Litoral Paranaense (COLIT), vinculado à Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, recebeu nesta terça-feira (02) a equipe que elabora o Plano de Desenvolvimento Sustentável do Litoral Paranaense, coordenado pela Secretaria de Estado do Planejamento e Coordenação Geral (SEPL) e financiado pelo Banco Mundial.

O Plano foi construído considerando as questões ambientais, saúde, educação e cultura, bem como os potenciais e as necessidades da população litorânea por meio de cenários e visões de futuro. A última fase será uma conferência regional, consolidando e validando o plano com a comunidade local.

O estudo tem como objetivo propor o planejamento da ocupação do litoral harmonicamente entre a conservação e o uso sustentável, de acordo com vocações e as necessidades das comunidades locais. Olhando possibilidades do turismo de base comunitária, alternativas de transporte, indicações para implantação de infraestrutura, sempre observando as características sociais e históricas das comunidades e os cuidados indispensáveis à conservação do patrimônio natural. O resultado do plano sairá da discussão acordada entre todos os envolvidos.

PARCERIAS - Os trabalhos envolvem especialistas de sete Secretarias de Estado: Desenvolvimento Urbano (SEDU); Infraestrutura e Logística (SEIL); Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMA); Planejamento e Coordenação Geral (SEPL); Instituto Paranaense de desenvolvimento econômico e Social (Ipardes) e Paraná Turismo (PRTUR); Instituto de Terras, Cartografia e Geologia do Paraná (ITCG); e os sete municípios do Litoral – Antonina; Guaraqueçaba; Guaratuba; Matinhos; Morretes; Paranaguá e Pontal do Paraná.

CONSULTORES - Os envolvidos no plano são de um consórcio internacional, composto de duas empresas espanholas e duas brasileiras, especialmente formada com a finalidade de realizar os trabalhos. São empresas com expertise no desenvolvimento de projetos, como por exemplo: Plano Metropolitano de Barcelona, Gerenciamento Costeiro de Sergipe, Plano Metropolitano do Rio de Janeiro e outros.

 


Saiba mais sobre o trabalho da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e Turismo em:
https://www.facebook.com/desenvolvimentosustentaveleturismo/ 

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.